Make your own free website on Tripod.com
  Incidência de  DM1 em Londrina (PR)

Apresentado por Nilton Salles Rosa Neto

1. Objetivo

Conhecer a incidência de Diabetes Mellitus Insulino Dependente (DM1) na população de Londrina (PR) com idade igual ou inferior à 15 anos.

 

2. Introdução

  • Variação na incidência, em diferentes populações ( 0 a 15 anos )

- Países Escandinavos - 35,3/100.000 habitantes

- China - 0,72/100.000 habitantes

  • Projeto DIAMOND (DIAbetes MONDiale)

- Descrever e monitorar os padrões internacionais de incidência de DM1 até o ano 2000;

- Detectar fatores de risco associados ao DM1 e à mortalidade pela doença;

- Avaliar a efetividade e eficácia dos serviços de saúde e aspectos econômicos relativos ao DM1;

- Desenvolver programas de treinamento na área de epidemiologia do diabetes.

  • Brasil

    - Estudo do Ministério da Saúde – Prevalência de DM em 9 capitais;

    - População-alvo: pessoas entre 30 e 69 anos;

    - Média de diabéticos: 7,6% (90% DM2 e 10% DM1).

  • São Paulo – DIASP (DIAbetes em São Paulo)

- DM1 em pessoas com idade igual ou inferior à 15 anos – 7,6/100.000 (1987-1991)

 

3. Métodos

  • População-alvo: DM1 em pessoas com idade igual ou inferior à 15 anos;
  • Proposta DIAMOND – captura-recaptura (C-R), onde se tem duas fontes independentes de coleta de informação;
  • Cálculo da incidência:

- Número de casos novos (um ano)/população exposta (IBGE);

  • Data do início da doença = Data da primeira aplicação de insulina;
  • Em Londrina:

- Fonte Primária – notificação de casos novos de DM1 por médicos locais (endocrinologistas e pediatras);

- Fonte Secundária – inquérito escolar e prescrições de insulina em farmácias.

 

4. Resultados

  • Somente Fonte Primária – período de 1990-1996

- Número de casos variou de 3 a 12 por ano;

- Incidência média – 5,8/100.000 (2,4 a 9,4);

- Discreta predominância de casos de DM1 no sexo feminino.

  • Somente Fonte Secundária

O Primeiro Inquérito Escolar (1992) foi o único que revelou novos casos e foi o único com que se pôde fazer a estimativa utilizando o método de captura-recaptura;

O Segundo Inquérito Escolar e as informações obtidas nas farmácias que vendiam insulina não revelaram casos novos diferentes dos encontrados pela fonte primária, ou os casos encontrados não podiam ser inseridos no estudo por terem sido diagnosticados antes de 1990, pelos afetados terem mais de 15 anos ou por terem se mudado para Londrina há menos de um ano;

Predominância de casos de DM1 em escolas particulares;

As Farmácias revelavam casos de outras cidades próximas a Londrina.

  • Captura-recaptura 1992

N= 15,7 (no. de casos)

IC=11,9/19,5 (intervalo de confiança)

População= 123.665

Incidência 92= 12,7/100.000 (9,6/15,8)

  • Eficácia na identificação de novos casos

Somente fonte primária: 70,9%

Somente fonte secundária: 31,5%

Ambas as fontes (C-R): 78,7%

 

5. Discussão

Registro de casos por diversas fontes associado à captura-recaptura nos dá uma estimativa mais acurada da incidência de DM1 na população com idade igual ou inferior à 15 anos.

 

WB01511_.gif (114 bytes) VOLTA